Jardim Edite

Promover a integração da comunidade com arte, cultura e lazer. Foi assim que a construção do complexo habitacional Jardim Edite levou novos ares ao cruzamento das avenidas Engenheiro Luiz Carlos Berrini e Jornalista Roberto Marinho, na zona Sul de São Paulo.

Durante 40 anos, esse mesmo lugar teve uma favela como cenário. A região cresceu, se desenvolveu e, nos últimos anos, se transformou num dos mais concorridos centros empresariais da cidade. A favela cedeu vez ao complexo que, em 2013, foi premiado pela APCA (Associação Paulista dos Críticos de Arte) na categoria Arquitetura – Urbanidade.

Responsável pela obra, a construtora e incorporadora Kallas foi além: uniu-se a parceiros – Conexão Cultural, Mandalah, CafeNaRua, Acupuntura Urbana e Uakari além do apoio da Colorgin (Sherwin-Williams Brasil) – para levar à comunidade local um projeto inovador, com foco no uso criativo da área no entorno dos prédios e na integração das pessoas.

Batizado de VemProEdite!, o projeto reúne uma série de atividades – entre elas, piquenique para a criançada, churrasco com os chefs do “Churrasco de Rua”, Leo Botto, William Ribeiro e Emanuel Bleier, atelier de pintura e grafite, prática de esportes como basquete, tênis e futebol, música ao vivo e oficinas –, ao mesmo tempo em que artistas, com seus talentos, fazem intervenções artísticas nos muros que rodeiam o conjunto habitacional.

Comments are closed.